Justiça e Cidadania - Wálter Maierovitch show

Justiça e Cidadania - Wálter Maierovitch

Summary: Discussão de temas ligados a conflitos internacionais, terrorismo, crime organizado, direitos humanos e civilidade.

Join Now to Subscribe to this Podcast

Podcasts:

 'Flávio Bolsonaro virou um morto político' | File Type: audio/mpeg | Duration: 00:09:27

Para Wálter Maierovich, o senador eleito deveria renunciar ao mandato depois de ligações com milicianos virem a público. Ele entende que, como jurista, Flávio deveria entender que a segurança da população é feita por órgãos públicos, e não por milícias privadas, já defendidas pelo filho do presidente. 'Jair Bolsonaro agregou os filhos como se eles fossem membros do Executivo', afirma Maierovich.

 'Ministro da Justiça italiano violou a lei para mostrar Battisti como um troféu' | File Type: audio/mpeg | Duration: 00:07:36

Wálter Maierovich relata que Alfonso Bonafede publicou uma foto do terrorista italiano, tirada durante o cárcere, em seu blog pessoal. Ele comenta que a esquerda democrática italiana considera Battisti um traidor da pátria.

 Moro pretende implantar 'plea bargain' no Brasil | File Type: audio/mpeg | Duration: 00:08:31

O jurista Wálter Maierovich defende a adoção do sistema implementado nos Estados Unidos, em que o réu primário assume a culpa e o processo criminal termina já na primeira audiência em troca de benefícios. Ele aponta o exemplo do assassino do ativista Martin Luther King, que foi condenado à prisão perpétua em vez de ir para a cadeira elétrica por conta do sistema.

 Voto secreto para presidência do Senado impede que eleitor saiba como age o representante que escolheu | File Type: audio/mpeg | Duration: 00:07:34

O presidente do Supremo Tribunal Federal, Dias Toffoli, tomou decisão monocrática em relação à votação no Congresso. A discussão no STF continuará com a votação da possibilidade de prisão após condenação em segunda instância.

 A aparição-relâmpago de Fabrício Queiroz | File Type: audio/mpeg | Duration: 00:07:41

No balão de ensaio para deixar a alta temperatura que acomete a família Bolsonaro e para sentir a reação das pessoas, o Fabrício Queiroz deu uma entrevista ao SBT em que disse que o dinheiro que movimentou veio da compra e venda de veículos. Trata-se do R$ 1,2 milhão dado como suspeito pelo Coaf. Oficialmente, nem o MP nem a Polícia Judiciária sabem onde está o Queiroz, o ex-assessor do senador eleito Flávio Bolsonaro. Para o pessoal do Coaf, a movimentação é incompatível com seu potencial financeiro. No fundo, é aquela velha máxima: 'quem cabritos possui, e cabras não a tem, de algum lugar os cabritos provêm.' Ausente de duas convocações do MP, apresentou uma velha e esfarrapada desculpa de que estava doente. E agora vai à TV. Há quem arrisque que ele só irá aparecer oficialmente após a posse de Jair Bolsonaro.

 Rosa Weber nocauteou Bolsonaro na cerimônia de diplomação | File Type: audio/mpeg | Duration: 00:05:44

A presidente do STF lembrou ágil bailado de Muhammad Ali ao mandar sutilmente para a lona o populismo do presidente eleito. Ela aproveitou o aniversário da Declaração Universal dos Direitos Humanos para lembrar que vivemos numa democracia com uma Constituição.

 Moro deve estar atento à colaboração de Juan Carlos Abadía em processo sobre El Chapo | File Type: audio/mpeg | Duration: 00:09:15

O colombiano, sócio de El Chapo, morava em São Paulo e foi extraditado para os EUA em 2008. Lá, se tornou colaborador da Justiça. Por isso, é possível que Moro faça contato com a polícia norte-americana para questionar Abadía sobre o tráfico de cocaína no Brasil e esquemas de corrupção envolvendo autoridades.

 Para Luís Roberto Barroso, Temer agiu com desvio de finalidade | File Type: audio/mpeg | Duration: 00:08:33

Ministro do STF brecou a tentativa do presidente de tirar corruptos prematuramente da cadeia. Decreto de indulto vai ser votado nesta quinta.

 'Deixada a toga de lado, Moro começa se movimentando muito bem' | File Type: audio/mpeg | Duration: 00:06:43

Futuro ministro da Justiça anunciou que vai atacar a economia movimentada pelas organizações criminosas. Desfalcar ou falir uma organização significa impedir sua expansão e a reciclagem do capital sujo em atividades formalmente lícita. O corrupto sem dinheiro irá fazer de tudo para colaborar com a justiça e salvar algum.

 Bolsonaro não poderá extraditar Cesare Battisti enquanto STF não julgar a questão | File Type: audio/mpeg | Duration: 00:07:26

Na época, Supremo tinha concedido extradição, mas delegou a palavra final a Lula, que negou. Atualmente, processo está com o ministro Fux. A procuradora-geral Raquel Dodge, já pediu urgência na decisão.

 'Um país que não conhece sua história está condenada a repeti-la' | File Type: audio/mpeg | Duration: 00:06:54

Bolsonaro já afirmou que vai cumprir a Constituição, mas no dia da posse terá que jurar que seguirá as leis. Nunca antes na nossa história um presidente teve que se esforçar tanto para mostrar que vai cumprir a Constituição.

 Votar branco ou nulo é legítimo, democrático e saudável | File Type: audio/mpeg | Duration: 00:06:01

É comum se ouvir que se deve votar contra o fascismo ou contra a volta dos ladrões e da corrupção. Na verdade, o voto branco ou nulo, quando não se tem preferência, significa um alerta ao eleito, ou seja, envia uma mensagem importante.

 Nova tese jurídica de Bolsonaro é 'licença automática para matar' | File Type: audio/mpeg | Duration: 00:05:13

Candidato do PSL quer criar um escudo jurídico de impunidade aos policiais e agentes de ordem, que se expõem em ações repressivas. Esse escudo impediria apurações sobre eventuais abusos ou situações que não são de legítima defesa.

 'Na vida terrena, todos os dias são de julgamentos' | File Type: audio/mpeg | Duration: 00:06:01

Frase é do padre Vieira. A palavra julgamento, no sentido de juízo, era constantemente usada em seus sermões. Entre nós, comuns mortais, julgamos e somos julgados constantemente. Arrogância de Dilma, na eleição para o Senado, foi colocada em juízo. Com base nas pesquisas, petista se imaginava eleita e nas urnas resultado foi diferente.

 Constituição de 88 completará 30 anos às vésperas das eleições | File Type: audio/mpeg | Duration: 00:05:26

O documento faz aniversário no dia 5 de setembro, antevéspera das eleições majoritárias. As datas próximas lembram que o Brasil é democrático, que o povo é governante através de seus representantes e que devemos proteger as liberdades individuais e públicas.

Comments

Login or signup comment.