Conversa de Primeira - Justiça e Cidadania - Wálter Maierovitch show

Conversa de Primeira - Justiça e Cidadania - Wálter Maierovitch

Summary: Discussão de temas ligados a conflitos internacionais, terrorismo, crime organizado, direitos humanos e civilidade.

Join Now to Subscribe to this Podcast

Podcasts:

 'Para a investigação criminal, o ex-capitão Adriano interessava vivo' | File Type: audio/mpeg | Duration: 00:07:46

Wálter Maierovitch aborda a morte pela polícia do ex-capitão da BOPE, Adriano da Nóbrega, suspeito de comandar o Escritório do Crime, grupo suspeito do assassinato da vereadora Marielle Franco e do motorista Anderson Gomes. Para o comentarista, o caso ganhou 'novas cores' com a morte de Adriano. Maierovitch ainda fala sobre a relação do ex-policial com a família Bolsonaro e a possibilidade de federalização do caso.

 Fuga de 75 presos do presídio de Pedro Juan Cabalero custou R$ 6 milhões ao PCC | File Type: audio/mpeg | Duration: 00:08:01

Walter Maierovitch afirma que a polícia paraguaia revelou que a organização criminosa tinha até um plano B, que era um túnel que foi cavado enquanto os funcionário e administração do presídio fingiam que não viam nada.

 Time do Supremo Tribunal Federal volta a campo sem o melhor jogador | File Type: audio/mpeg | Duration: 00:06:26

Celso de Mello está afastado para tratamento de saúde. Maierovitch destaca 'a defesa da Constituição e da liberdade de expressão' por parte do ministro. Ele não estará presente em julgamentos importantes que devem entrar na pauta nos próximos meses, como a suspeição de Sergio Moro.

 'Desconfiança bilateral alimenta queda de braço entre Bolsonaro e Moro' | File Type: audio/mpeg | Duration: 00:09:10

Wálter Maierovich comenta que, em nosso sistema jurídico, não pode haver disputa entre ministro e presidente. No entanto, o que ocorre na política é diferente. Para Maierovich, relação de Bolsonaro e Moro começa a ficar insustentável, já que são vários os atritos entre os dois. 'Bolsonaro colocou Moro na frigideira', comenta.

 'Nazifascistas usaram o mês de janeiro para difundir o ódio' | File Type: audio/mpeg | Duration: 00:09:41

A ONU reserva o 27 de janeiro - dia de libertação dos judeus de campos de concentração - para lembrar e homenagear a memória dos seis milhões de pessoas exterminadas pelo nazismo. Enquanto isso, os neonazistas difundem o ódio nas redes sociais e em outros meios. Maierovitch comenta, em tom de desabafo e alerta: 'Isso mostra que suas mentes e suas almas continuam impregnadas pela intolerância e pelo desprezo absoluto aos direitos da pessoa humana'.

 'Fux passou como um trator por cima do Congresso e por cima do presidente da República' | File Type: audio/mpeg | Duration: 00:08:33

Wálter Maierovitch analisou a decisão do ministro do Supremo Tribunal Federal, Luiz Fux, que concedeu liminar suspendendo a entrada em vigor do juiz de garantias. Fux entendeu pela inconstitucionalidade da lei. O ministro suspendeu ainda outras três exigências do pacote anticrime. 'Fux não engole a figura do juiz de garantias'.

 Fux assume plantão de férias de Toffoli... 'causando' | File Type: audio/mpeg | Duration: 00:09:23

Maierovitch comenta decisão do ministro Luiz Fux de suspender a implantação da figura do juiz de garantias. '(Presidente do STF) Toffoli já tinha dado um empurrão suspendendo, temporariamente, a implantação da proposta, por seis meses. Como sabem todas as togas, o ministro Fux não engole a figura do juiz de garantias. Ele acha, inclusive, que é inconstitucional'.

 'Governos estadual e federal não tem um plano para contrastar o crime organizado do Rio' | File Type: audio/mpeg | Duration: 00:09:21

Wálter Maierovitch fala do poder paralelo que se formou no vazio deixado pela segurança pública. Maierovitch comenta reportagem do jornal O Globo que mostra que os paramilitares estão fazendo ligações clandestinas de luz e cobram taxas de moradores. Moradores de territórios dominados pagam sem protestar. Resistir significa muito mais do que ficar sem energia, significa ficar sujeito a pena de morte ou despejo do próprio imóvel.

 'A senadora Simone Tebet passou dos limites' | File Type: audio/mpeg | Duration: 00:07:54

Comentarista critica a forma com que a presidente da CCJ do Senado está agindo para apressar a votação da prisão em segunda instância. 'A senadora Simone Tebet está a atrapalhar ao invés de ajudar. Ela joga para a torcida e flerta com o populismo'. Ele explica: 'Hoje, a CCJ do Senado aprovou o projeto que muda o Código de Processo Penal. Assim, a mesa do Senado poderá levar o projeto já diretamente para a Câmara. Todo mundo sabe que a grande maioria dos cidadãos brasileiros é favorável à mudança para pôr fim à impunidade'. No entanto, ele bem ressalva, existe sempre uma medida para as coisas, ou seja, certos limites para elas.

 'Homens fardados e armados atravessaram o marco separatório entre o legal e o ilegal' | File Type: audio/mpeg | Duration: 00:08:04

Wálter Maierovitch fala dos desdobramentos da tragédia na Favela de Paraisópolis, em São Paulo, com a morte de nove pessoas e 12 feridos. ‘À luz da Legislação e do bom senso essa linha não poderia jamais ser ultrapassada pela Polícia Militar, até porque, eram previsíveis os riscos de violações a direitos fundamentais como a vida e a integridade física’.

 Lula, vencido e não convencido | File Type: audio/mpeg | Duration: 00:08:46

Comentarista fala sobre postura do ex-presidente Lula que insiste, segundo ele, em reformar decisões da justiça sobre suas acusações. 'Ele foi vencido na apelação do sítio de Atibaia e não ficou convencido'. Lula aproveitou um pedido de habeas corpus pendente no Supremo e encaixou ali um fato novo, tudo para buscar anulação do seu julgamento.

 'Mau momento para Lula começou a partir de entrevista de seu advogado' | File Type: audio/mpeg | Duration: 00:08:22

Wálter Maierovith destaca a entrevista concedida pelo defensor de Lula para a revista Veja. Sobre as benfeitorias realizadas no sítio de Atibaia, o advogado disse que elas foram feitas à revelia do ex-presidente. As obras foram feitas pelas empreiteiras Odebrecht e OAS que realizam somente obras grandiosas e públicas. 'Isso até um desavisado comprador de terreno na Lua sabe'. No julgamento de ontem do STF, nenhuma tese defensiva foi acolhida na apelação de Lula.

 Decisão do TRF-4 pode ser questionada - chegando, inclusive, até o Supremo | File Type: audio/mpeg | Duration: 00:09:30

Wálter Maierovitch explica os trâmites envolvendo o resultado da votação desta quarta-feira no Tribunal. Desembargadores decidiram aumentar a pena de Lula no caso do sítio de Atibaia de 12 para 17 anos de prisão.

 'Toffoli é o Rolando Lero de toga' | File Type: audio/mpeg | Duration: 00:09:34

Wálter Maierovitch analisou o voto do presidente do Supremo Tribunal Federal, Dias Toffoli, no julgamento sobre a legalidade do compartilhamento de dados financeiros sem autorização da Justiça. O comentarista afirmou que o ministro leu o voto por quatro horas e foi tão confuso que a assessoria divulgou que Toffoli ia se explicar melhor no início da sessão desta quinta-feira.

 Não é verdade que caso Queiroz não tenha nada a ver com discussão no STF | File Type: audio/mpeg | Duration: 00:11:44

Dias Toffoli começou alertando que o senador Flávio Bolsonaro não estaria em julgamento, o que não é verdade. STF analisa uso de dados fiscais sigilosos sem autorização da Justiça.

Comments

Login or signup comment.