Conversa de Primeira - Justiça e Cidadania - Wálter Maierovitch show

Conversa de Primeira - Justiça e Cidadania - Wálter Maierovitch

Summary: Discussão de temas ligados a conflitos internacionais, terrorismo, crime organizado, direitos humanos e civilidade.

Join Now to Subscribe to this Podcast

Podcasts:

 Ontem, faltou a Kassio Nunes a sinceridade | File Type: audio/mpeg | Duration: 00:09:13

Wálter Maierovitch fala sobre a sabatina no Senado do indicado de Jair Bolsonaro no STF. Ele destaca que o desembargador usou disfarces e escapismos para esconder suas posições. "Sabatina foi muito encerada e cheia de disfarces", diz.

 'Se senadores apostarem na politicagem, a população vai sentir gosto de tubaína aguada' | File Type: audio/mpeg | Duration: 00:09:45

Walter Maierovitch analisou a indicação do desembargador Kassio Nunes ao Supremo Tribunal Federal e a sabatina no Senado, marcada para esta quarta-feira. O comentarista afirmou que a indicação do presidente Jair Bolsonaro pode representar em uma peça que atende aos interesses do governo na Suprema Corte. 'Já foi noticiado que Flávio Bolsonaro apresentou o nome de Kassio ao pai', disse Maierovitch.

 Lewandowski mantém censura à TV Globo, impedida de divulgar documentos sobre Flávio Bolsonaro | File Type: audio/mpeg | Duration: 00:03:36

A Justiça do Rio havia proibido o canal de tornar públicos dados da investigação de 'rachadinha' no gabinete do então deputado na Alerj. O ministro do Supremo enviou a decisão de volta para o TJ, em decisão obtida pelo comentarista Wálter Maierovitch. 'Infelizmente a democracia brasileira acaba de sofrer mais um duro golpe', diz, lembrando que a censura é seletiva, pois só vale para a TV Globo.

 'Pelo jeito, placar final no Supremo será de 9 a 1' | File Type: audio/mpeg | Duration: 00:07:02

Wálter Maierovitch faz uma análise sobre o julgamento no Supremo Tribunal Federal do caso André do Rap. Seis ministros já entenderam que o traficante não deveria ser solto. Comentarista avalia que Marco Aurélio, quando mandou soltá-lo, sabia que nas duas turmas do Supremo, o entendimento era totalmente inverso do dele. E o "chororô" do ministro, quando Fux revogou a liminar, "foi puro jogo de cena".

 'O André do Rap deve estar gargalhando da polícia, do Ministério Público e do Judiciário' | File Type: audio/mpeg | Duration: 00:12:17

Wálter Maierovitch analisou a decisão do ministro do Supremo Tribunal Federal Marco Aurélio em mandar soltar André do Rap, um dos chefes de uma das maiores organizações criminosas do Brasil. O comentarista afirmou que a decisão do ministro faz com que outros presos queiram o mesmo tratamento que deram ao André. 'Ele colocou brasileiros e a comunidade internacional em risco', afirma Maierovitch.

 Conceder habeas corpus liberatório a André Oliveira Macedo é 'absurdo' | File Type: audio/mpeg | Duration: 00:14:50

Wálter Maierovitch explica o embate jurídico envolvendo a liberação - e a posterior ordem de prisão, dada horas depois - do traficante conhecido como André do Rap. O caso provocou mal-estar entre os ministros do STF Luiz Fux e Marco Aurélio Mello, já que o primeiro cassou a decisão do segundo. 'Fux não agiu de ofício. Ele foi provocado por pedido da Procuradoria', ressalta.

 'Desembargador quis colocar brilharecos no currículo, mas acabou maculando a reputação' | File Type: audio/mpeg | Duration: 00:10:28

Wálter Maierovitch fala da situação envolvendo o desembargador Kassio Nunes Marques, indicado por Bolsonaro para vaga no STF. Existe suspeita de plágio de tese. Maierovitch diz que tudo isso pode causar prejuízo na candidatura de Kassio ao Supremo. 'O desembargador Kassio quis passar aos brasileiros uma imagem enganosa e queimou o filme'.

 Fux vai dosar urgência e interesse público para eventual 'fura-fila' de pautas no STF | File Type: audio/mpeg | Duration: 00:09:53

Wálter Maierovitch fala que o novo presidente do Supremo já está dando uma cara nova à pauta de julgamentos do Plenário. Questões constitucionais fundamentais estão de volta. Por outro lado, as causas de interesse de caciques políticos, partidos, poderosos e potentes, não vão, como regra, “furar a fila” de espera. Amanhã, por exemplo, serão julgadas duas ações atinentes à liberdade de crença, que a Constituição considera inviolável.

 Nos 29 anos da CBN, colunistas relembram histórias e falam da relação com o rádio | File Type: audio/mpeg | Duration: 00:34:10

Pedro Doria, Marcelo Lins, Mario Sergio Cortella, Wálter Maierovitch e Artur Xexéo se reuniram no Conversa de Primeira Especial, em comemoração ao aniversário da CBN. Eles falaram das primeiras participações no rádio, da importância do veículo na vida deles e outras curiosidades.

 Anúncio de Celso de Mello causa preocupações entre juristas e cidadãos democratas | File Type: audio/mpeg | Duration: 00:10:28

Wálter Maierovitch fala sobre o fato de o ministro do STF ter resolvido antecipar sua aposentadoria para 13 de outubro. Comentarista destaca que há duas preocupações. Uma gira em torno do presidente Jair Bolsonaro e da escolha que ele fará para o cargo. E a segunda preocupação tem a ver com o julgamento do habeas-corpus de Lula.

 O discurso 'vergonhoso' de Bolsonaro na ONU e o 'contorcionismo jurídico' de ministros do STF | File Type: audio/mpeg | Duration: 00:10:35

Wálter Maierovitch fala do discurso do presidente Bolsonaro na abertura da Assembleia-Geral da ONU. 'Na avaliação dos civilizados, foi um discurso vergonhoso, hipócrita e mentiroso'. Ele também falou da tentativa de reeleição dos presidentes da Câmara e do Senado, apesar da proibição indicada na Constituição. Ele explicou o 'contorcionismo jurídico' de ministros do STF para achar saída para as reeleições de Maia e Alcolumbre.

 As tempestades jurídicas em copo d'água | File Type: audio/mpeg | Duration: 00:08:56

Wálter Maierovitch avalia que o caso do inquérito de Bolsonaro, que invoca a prerrogativa de apresentar respostas escritas a perguntas "é pura tempestade em copo d'água", e a mais alta Corte do país deverá por horas debater um assunto pequeno, que está muito claro na lei. Enquanto isso, o senador Flávio Bolsonaro, que quer marcar data e hora de sua acareação, "já prepara um copo para fazer sua judiciária tempestade".

 No cenário eleitoral atual, situação dramática na cidade maravilhosa | File Type: audio/mpeg | Duration: 00:11:07

Wálter Maierovitch fala sobre a situação política no Rio de Janeiro. Eleitores ainda estão pasmos com investigações envolvendo governadores do estado. Além disso, os dois mais fortes candidatos a prefeitura - Crivella e Eduardo Paes - estão, ambos, sob suspeita.

 No Rio de Janeiro, 'máfias não hibernaram, não submergiram' | File Type: audio/mpeg | Duration: 00:08:46

Nesta semana, o governador afastado do Rio, Wilson Witzel, foi denunciado pelo crime de organização criminosa. Wálter Maierovich compara suposto esquema de corrupção comandado por Witzel às máfias italianas, já que seguiria um 'método mafioso': 'método de sugar o estado, corromper, criar propinodutos e lavar dinheiro público desviado', explica. Maierovich avalia, ainda, que o governador afastado dificilmente conseguirá se livrar da cassação definitiva.

 'Dança das cadeiras' no STF pode resultar na anulação da sentença condenatória de Lula | File Type: audio/mpeg | Duration: 00:09:48

Wálter Maierovitch faz uma análise sobre os desafios que o ministro Fux enfrentará na Presidência do Supremo e fala sobre uma possível "dança das cadeiras" no STF. Após a aposentadoria de Celso de Mello, Toffoli poderia ir à Segunda Turma. Com isso, ele participaria do julgamento da suspeição de Sérgio Moro, com consequente concessão de habeas corpus para anular sentença condenatória de Lula. Com a anulação, o ex-presidente ficaria elegível e poderia concorrer à Presidência da República.

Comments

Login or signup comment.