'Quem provoca invasão abusiva não pode alegar legítima defesa', diz jurista sobre Paraisópolis




Conversa de Primeira - Justiça e Cidadania - Wálter Maierovitch show

Summary: Wálter Maierovitch comenta as investigações relacionadas ao caso, onde nove pessoas morreram pisoteadas em dezembro de 2019. Para ele, policiais militares causaram a confusão durante um baile funk na tentativa de localizar dois suspeitos e, assim, não podem alegar legítima defesa.