#310 Essa é a melhor decisão que você pode tomar para melhorar sua mente




Sobre Budismo show

Summary: Quer melhorar a mente através do Budismo, mas não sabe por onde começar? Conheça a: http://tutoriasobrebudismo.com.br/ Versão em texto do Podcast: Olá, tudo bem?  Eu sou Leonardo Ota, e hoje eu quero trazer um tema que vai te ajudar a melhorar a sua mente. De forma geral, estamos sempre muito ansiosos, com muitos problemas para resolver e muitos obstáculos no dia a dia. Seria interessante que nós aprendêssemos algumas coisas simples que pudessem nos ajudar, não é? Felizmente, há algumas coisas simples que podem sim nos ajudar a melhorar a mente. E uma delas, que é eficaz, é: começar a meditar um pouquinho todos os dias. É disso que eu vou falar agora. Como meditar para melhorar a mente Muitas pessoas me perguntam como meditar e o que fazer com o corpo e com a mente na meditação. Eu tenho um guia de zazen (meditação sentada) da escola Soto Zen, com instruções oficiais da meditação do zen budismo. Eu vou te apresentar alguns elementos desse guia que podem te ajudar a dar esses primeiros passos na meditação.  Mas antes de começar, tome uma decisão… Mas antes de começar, vou te dizer uma coisa: você precisa tomar uma decisão. Você precisa decidir meditar.  Se você tem a consciência de que tem uma mente ansiosa, agitada, decida assim: “eu preciso fazer alguma coisa para melhorar a minha mente”. Sem essa decisão é muito difícil começar a dar os primeiro passos na meditação, e consequentemente, melhorar a mente.  Agora sim: como meditar Agora que você já decidiu que quer meditar, eu vou te mostrar os elementos do guia de meditação. São bem simples.  Você pode começar a meditar sentado no chão com as pernas cruzadas. Nós, ocidentais, não temos o hábito de sentar no chão, então se você se sentir muito desconfortável pode sentar em uma cadeira. A postura sentada no chão é a recomendação geral. Pode ser na posição de lótus completo ou birmanesa. Lótus completo é quando você coloca o peito do pé em cima da coxa contrária, cada pé apoiado na coxa oposta, mantendo as pernas cruzadas. As solas dos pés ficam viradas para cima. Esta posição é um pouco difícil, então há a sugestão da posição birmanesa. Na posição birmanesa você dobra uma das pernas, deixando o pé junto ao seu corpo, em direção à região genital. O joelho deve ficar encostado no chão. A outra perna você dobra e puxa para dentro na frente do outro pé, com o joelho também encostado no chão.  Caso seus joelhos não encostem no chão, coloque dois chinelos ou duas almofadas embaixo dos joelhos, pois é muito importante que eles fiquem apoiados em um “chão”. É comum algumas pessoas relatarem um pouco de dor ou desconforto. Persista! Meditação requer esforço. Só com esse esforço você conseguirá melhorar sua mente. Para pessoas que têm alguma limitação física e não podem sentar no chão, pode-se sentar em uma cadeira. No entanto, não se deve usar o encosto dela: sente-se no terço final da cadeira, na ponta do assento. Mantenha a coluna reta, sem se encostar no encosto da cadeira. Já falei da postura sentada. Mas e o que fazer com a boca e com os olhos? A boca permanece fechada, com a ponta da língua tocando o céu da boca, atrás dos dentes. Não deixe o ar ficar preso na boca. Manter a boca fechada ainda traz um benefício: não falamos coisas ruins ou fazemos fofocas, e assim não geramos carma negativo através da nossa fala! Quanto aos olhos, a direção do olhar é a seguinte: você primeiro olha para frente, desce os olhos para baixo na direção do seu nariz, olhando aproximadamente um metro a sua frente. Os olhos devem ficar entre abertos, semicerrados. Sabe quando estamos com sono e os olhos ficam meio abertos, meio fechados? Essa é a posição dos olhos. A coluna deve permanecer ereta. Então, resumindo, o corpo deve permanecer assim: Posição das pernas no chão: em lótus ou birmanesa. Ou sentada em cadeira;Coluna ereta;Boca fechada;Olhos semi cerrados. O mais difícil na meditação não é a p