‘O voto do ministro Celso de Mello entra para a história do Supremo’




Conversa de Primeira - Justiça e Cidadania - Wálter Maierovitch show

Summary: O ministro Celso de Mello votou a favor da criminalização da homofobia. O voto dele durou cerca de dez horas e ocupou duas sessões. Wálter Maierovitch analisa que o tema e as consequências exigiram um voto marcante e detalhado.