A Semana Política show

A Semana Política

Summary: Os destaques e os bastidores da política.

Join Now to Subscribe to this Podcast

Podcasts:

 'Parece que presidente tem uma estratégia ao falar demais' | File Type: audio/mpeg | Duration: 00:21:05

Para o professor Carlos Melo, ideia de Bolsonaro é de que é preciso sempre agregar seu eleitor em torno de si. Ele afirmou que, nessa necessidade, parece que o presidente vai falando e, às vezes, fala demais.

 'O presidente da República é um presidente de todos e não só dos seus eleitores' | File Type: audio/mpeg | Duration: 00:21:07

Carlos Melo explica que, no presidencialismo, o presidente da Republica é o centro do sistema. O que ele fala repercute. Por isso, ele tem que tomar muito cuidado com o que fala. Carlos Melo acrescenta que a democracia não é um regime de quantidade, mas de qualidade. Em uma democracia cabem todas as pessoas, cultos, religiões. A democracia é diversa.

 Presidente não pode colaborar para a divisão da nação | File Type: audio/mpeg | Duration: 00:21:06

Falas de Jair Bolsonaro não são cuidadosas. Professor Carlos Melo explica que declarações do presidente criam repercussão e polêmica desnecessárias.

 'Temos um sistema de comunicação extraordinário, mas isso tudo é muito vulnerável' | File Type: audio/mpeg | Duration: 00:16:43

Carlos Melo fala sobre os assuntos que movimentaram a semana política. Um dos temas foi a prisão de hackers e a questão da vulnerabilidade. Ele disse que 'precisamos ter informação e precisamos ter cuidado'.

 Questão da Previdência nos estados é muito séria | File Type: audio/mpeg | Duration: 00:15:40

Professor Carlos Melo explica que alguns estados gastam quase todo seu orçamento com funcionários ativos e inativos. Para ele, não dá para esperar que eles façam suas reformas independentes.

 'Foi feita a reforma possível, a reforma que as condições políticas permitiram' | File Type: audio/mpeg | Duration: 00:23:18

Carlos Melo analisou a votação em primeiro turno da reforma da Previdência no plenário da Câmara. A votação em segundo turno ficou para agosto, após o recesso parlamentar. Ele destacou que o resultado da votação foi surpreendente e expressou a articulação política feita pelo presidente da Câmara, Rodrigo Maia. 'Quem construiu uma disposição reformista foi Rodrigo Maia'. Para Carlos Melo, 'uma reforma é incremental, um passo de cada vez'. Ele acrescentou que 'as circunstâncias exigem que a gente continue nesse processo reformista'.

 Reforma da Previdência caminha bem, mas ainda há certa dúvida em torno dela | File Type: audio/mpeg | Duration: 00:17:10

O professor Carlos Melo explica que a proposta caminha basicamente pela vontade do Congresso, já que o Executivo tem se envolvido pouco. No entanto, quando o presidente ou o seu partido se envolvem é no sentido de incluir reivindicações corporativas, o que atrapalha muito.

 'Posições novas do Brasil são estranhas ao mundo europeu' | File Type: audio/mpeg | Duration: 00:16:58

Carlos Melo fez um balanço dos principais assuntos políticos da semana. Ele analisou o comportamento do Brasil na reunião do G20 e a relação de Bolsonaro com outros líderes. 'A nova pauta política e diplomática do Brasil é diferenciada do que era no passado. Fica um certo mal-estar'. No final das contas, o encontro terminou bem. 'Terminamos com um acordo feito entre União Europeia e o Mercosul e terminamos com o compromisso do Brasil de não se retirar desses fóruns internacionais sobre o meio ambiente'.

 'Presidente está sendo consistente com o que prometeu' | File Type: audio/mpeg | Duration: 00:24:39

Professor Carlos Melo fala sobre a queda de braço entre o Legislativo e o Executivo. Ele avalia que a política de Bolsonaro de não entrar no jogo dos parlamentares é nova. Isso significa, entretanto, uma maior autonomia do Congresso em relação ao Executivo. E gera algumas faíscas.

 Juiz não pode dizer ao Ministério Público o que fazer | File Type: audio/mpeg | Duration: 00:18:09

O professor Carlos Melo disse que, se as mensagens trocadas entre o juiz Sergio Moro e o procurador Deltan Dallagnol forem reais, houve discrepância e benefício de uma das partes. Segundo ele, promotores não são colegas dos juízes. É preciso que conteúdo seja bem analisado.

 É melhor fazer logo reforma da Previdência porque estados estão quebrados | File Type: audio/mpeg | Duration: 00:19:59

O professor Carlos Melo analisou as questões políticas que foram destaque na semana. Ele disse que o governo precisa escolher. Ou não faz a reforma e vai ter um grande problema fiscal, ou faz e arca com desgaste e conflito nos estados.

 Bolsonaro tentou adquirir protagonismo ao propor pacto com presidentes dos Três Poderes | File Type: audio/mpeg | Duration: 00:18:23

Carlos Melo analisou os fatos políticos da semana e falou sobre esse pacto. 'Os presidentes de Poderes sempre poderão conversar. Agora, o pacto político entre Poderes não é estabelecido numa reunião, mas sim pela Constituição'.

 'Qual será a foto destes atos ao final do dia?' | File Type: audio/mpeg | Duration: 00:10:04

Professor Carlos Melo comenta os atos deste domingo. Ele destaca que o movimento nasceu com intenção de ser radicalizado, 'contra tudo e contra todos'. Ao longo da semana, o tom mudou e a ideia foi acalmar os ânimos. 'As pessoas nas ruas defendem o pacote do Sergio Moro e a reforma da Previdência. As coisas tomaram um novo feitio. É democrático ir às ruas. Mas, ao final do dia, as manifestações terão sido de que tamanho?'.

 Manifestações pró e contra governo podem gerar paralisia no Congresso | File Type: audio/mpeg | Duration: 00:15:56

Protestos são salutares para a democracia, mas radicalização nas ruas não é boa para nenhum governo. Também precisamos ficar atentos à natureza das manifestações. Pautas como fechamento de Congresso ou STF resultam em distúrbios no ambiente político.

 ‘Um presidente quando compartilha uma mensagem chancela a opinião’ | File Type: audio/mpeg | Duration: 00:27:26

Carlos Melo analisa questões políticas que foram destaque na semana. Um dos assuntos abordados foi o texto compartilhado Bolsonaro que diz que Brasil é ‘ingovernável’ sem ‘conchavos’. A questão é ‘Bolsonaro acha mesmo o Brasil ingovernável?’.

Comments

Login or signup comment.